20/11/2014

Surtos de gripe das aves na Europa podem estar relacionados

Aves selvagens podem ser portadoras do vírus, pelo que este "pode aparecer em qualquer lugar a qualquer momento", diz a Organização Mundial da Saúde dos Animais. Comissão Europeia estuda medidas de urgência.

http://i748.photobucket.com/albums/xx125/quintadomarco/flu-aab7_zps95705a3f.jpg
Na Holanda vão ser abatidas todas as 150 mil aves do aviário onde foi detetada a gripe das aves


Enquanto a Comissão Europeia se prepara para adotar, com caráter de urgência, medidas preventivas por causa dos mais recentes surtos da gripe das aves, a Organização Mundial da Saúde dos Animais (OIE) admitiu esta segunda-feira que os casos detetados na Alemanha, Holanda e Reino Unido podem estar relacionados.

Segundo a OIE, o vírus é na maioria das vezes transmitido por meio de aves selvagens. "Algumas aves migratórias podem viajar milhares de quilómetros", adiantou Bernard Vallat, um responsável da Organização, pelo que o vírus "pode aparecer em qualquer lugar a qualquer momento".

Na Holanda, uma variante altamente contagiosa da gripe aviária, designada como H5N8, foi identificada numa quinta a sul de Amesterdão. "Altamente patogénico", o vírus é transmissível ao homem.

Por causa deste surto, foi decretada a suspensão de todos os transportes de aves, ovos, estrume e palha em todo o país. Além disso, todas as 150 mil aves que viviam no aviário em questão, vão ser abatidas, cumprindo as regras europeias. As autoridades locais estão também a inspecionar outras duas quintas nos arredores de Hekendorp, o local onde foi detetada a gripe aviária.

Antes deste caso, esta estirpe do vírus tinha sido identificada na Alemanha, pela primeira vez, no início de novembro.

Alertas na Europa 

Alertas surgiram ainda esta segunda-feira no Reino Unido, onde foi confirmado um novo caso de gripe das aves. Segundo a BBC, o problema surgiu numa exploração de patos na região de Yorkshire, no norte de Inglaterra, ainda que as autoridades não tenham por enquanto conseguido identificar a estirpe em causa.

O Departamento de Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais tranquilizou a opinião pública, garantindo que o risco para a população é "muito baixo", mas todas as aves na quinta serão abatidas.

Já no Egito, a estirpe H5N1 da gripe das aves matou este ano duas pessoas, escreve a agência Reuters.
A mais recente vítima, uma jovem de 19 anos, morreu esta segunda-feira, depois de estar em contacto com aves doentes. No país há mais sete casos de gripe das aves confirmados.

Desde 2003, esta estirpe infetou 650 humanos em 15 países, com uma taxa de mortalidade de 60%. O último surto, no Bangladesh, Cambodja, Egito e Indonésia, infectou 62 pessoas e matou 34.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...